quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

31 presos tentam fuga em massa de Vereda Grande, no PI

Detentos tentaram cavar túnel, mas foram flagrados pelos agentes penitenciários, na noite de quarta-feira.
Trinta e um detentos tentaram fugir da Penitenciária de Vereda Grande, Floriano. Os presos da cela 16 do pavilhão C começaram a cavar um túnel pelo banheiro, mas foram flagrados pelos agentes penitenciários.
Os presos costumam, nessas ocasiões, usar grandes baldes, que servem de depósito de pertences, como tambores para abafar os barulhos suspeitos. Mesmo assim, por volta das 20h 50min de quata-feira, os agentes penitenciários perceberam sons estranho em meio ao batuque.
Vergalhões são retirados da estrutura das celas e usados como armas ou ferramentas (Foto: Sinpoljuspi)
Os agentes então entraram no pavilhão C para vistoriar as celas, e flagraram a tentativa de fuga em massa. O vice-presidente do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Secretaria de Justiça (Sinpoljuspi) Kleiton Holanda, conta que os presos foram separados e devem passar de 10 a 30 dias em isolamento, proibidos de receber visita e tomar banho de sol. “É a medida que cabe a lei de execução penal”, disse Kleiton.

O vice-presidente denunciou que a penitenciária de Vereda Grande foi um depósito de munição, que foi adaptado para virar presídio apenas temporariamente, mas perdura até hoje. “As paredes de lá são feitas de alvenaria, e não de concreto. Isso facilita muito esse tipo de fuga”, comentou. Os presos retiram os vergalhões das paredes das celas, e os usam como armas e como ferramentas para escavar os túneis.
O Sinpoljuspi chama a atenção para outas situações irregulares da Penitenciária de Vereda Grande. “Os agentes trabalham com o pouco que tem. Estão mal aparelhados e em número muito reduzido”, comenta Kleiton Holanda. Ele deu como exemplo as guaritas sobre os muros do presídio: onde deveriam haver oito guardas, há apenas um.
Outro problema tem relação com a própria fuga. Os trinta e um detentos que tentaram fugir estavam numa cela que tem lotação máxima de 12. A penitenciária de Vereda Grande tem capacidade para 157 presos, mas hoje abriga mais de 300.
Fonte: ODIA