terça-feira, 29 de dezembro de 2015

COCAL: Polícia interrompe velório de idosa e leva filha detida por suspeita de agressão

A Polícia Civil interrompeu o velório de Francisca da Silva Carvalho, de 69 anos, e levou sua filha Maria de Fátima Carvalho, de 43 anos, detida nesta segunda-feira (27) em Cocal, município a 268 km de Teresina. Familiares e vizinhos de "Chica Benta", como era conhecida, denunciaram sua filha de agredir e matar a própria mãe.
De acordo com o agente de Polícia Civil, Walter Brune, o velório precisou ser interrompido por conta da quantidade de denúncias dos próprios familiares e vizinhos. "Eles relataram que a senhora sofria maus-tratos constantemente e que ela teria sido espancada pela filha. Como o corpo ia ser enterrado precisamos interromper o velório para que o corpo fosse examinado no IML", explicou o agente.
A filha organizou todo o velório e o enterro alegando que a morte da mãe seria natural, mas o laudo do IML deverá apontar a real causa da morte. Na delegacia, Maria negou a agressão e os familiares e vizinhos serão chamados à depor sobre o caso. Um inquérito foi aberto para investigação e a Polícia aguarda o laudo do IML que mostrará se houve ou não violência contra a idosa.
Corpo é trazido para Teresina
O laudo do IMl poderá demorar alguns dias já que o corpo de Francisca teve que ser trazido para a capital pois o IML de Parnaíba só realizou exames do pescoço para baixo. "O legista de plantão alegou não ter meios técnicos para a realização de uma análise mais detalhada que requer perícia da cabeça, e decidiu encaminhar o corpo da senhora para a capital onde serão feitos os exames necessários", explicou o agente.
cidadeverde.com