sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Folha de São Paulo destaca os atrativos da Barra Grande

Barra Grande, em Cajueiro da Praia,chama atenção pelos bons ventos e o mar quente, além da paisagem exuberante do menor litoral do país. As praias fazem divisa com o estado do Ceará e já conquistaram turistas e amantes do Kitesurf. 
É o que descreve o jornalista Roberto de Oliveira, da Folha de São Paulo em reportagem publicada nesta quinta-feira (14).
Após as 17h o espetáculo é garantido na singela vila de pescadores, o por do sol à beira-mar desenham cenas fascinantes, parada obrigatória. As águas claras do mar, quase azul-turquesa, refletem o vai e vem das pipas coloridas.
Entre os meses de agosto e dezembro o vento nordeste passa por toda a costa da região, compondo o cenário ideal para impulsionar as pipas dos kitesurfistas, que chegam principalmente da Europa, para passar horas deslizando sobre as águas, até que o sol se ponha.
Apelidada carinhosamente de “meca do surf” , Barra Grande tem destaque no mapa do esporte. A vila está entre a Rota das Emoções, projeto turístico que liga a capital Maranhense à Fortaleza (CE), roteiro que abrange a belíssima praia de Jericoacoara, Delta do Parnaíba e Lençóis Maranhenses, traçado imprescindível para os fãs de ecoturismo.

Kitesurf
Nos últimos dez anos a pequena vila com pouco mais de 1800 habitantes sofre transformação com visitantes dos mais diversos países da América e Europa. Situada a cerca de 400 quilômetros de Teresina, a vida no local permanece pacata, principalmente pela dificuldade de acesso. Tornou-se ponto de refugio para quem necessita relaxar, um típico paraíso a beira-mar.
Há quem compare a pacata vila à Jericocoara há 20 anos, com ruas de areia praiana, pousadas, bares e restaurantes de estilo rústico-chique, abertos somente após o pôr do sol. As praias quase sempre desertas e extensas, convidam o turista à passear descontraído, nas areias soltas, aproveitando os encantos das paisagens. As piscinas naturais de água morna e cristalina formam-se com a maré baixa, pequenos espelhos do céu azul.
Com apenas 66 quilômetros de extensão, o Piauí tem o menor trecho do litoral brasileiro, porém é motivo de orgulho para piauienses e paixão de esportistas estrangeiros.
Como Chegar 
O aeroporto de Teresina recebe voos de grande cidades como Campinas, Recife, Brasília e São Luís. O aeroporto de Parnaíba recebe voos de Fortaleza. Da capital o percurso é feito pela BR 343, até Parnaíba, seguindo pela “Rota Turística”, na BR 402, até Barra Grande.
Na pequena vila não há postos de combustíveis ou caixas bancários. As cidades de Parnaíba e Piripiri são opções para essas estruturas.
G1.com