quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Governo convoca 342 classificados da PM para curso de Formação

Os 342 classificados têm até o dia 14 de janeiro para comparecer ao Quartel do Comando Geral.
O Comando da Polícia Militar do Piauí, através do Coronel Carlos Augusto, está convocando todos os classificados do último concurso para o Curso de Formação de Soldados em turma única. Ao todo, são 342 classificados que devem comparecer até o próximo dia 14 no Quartel do Comando Geral (QCG), em Teresina, para efetivar sua matrícula.
A aula inaugural será realizada no dia 1º de fevereiro. O curso tem previsão de término para primeira de agosto. O Comando Geral pontua que as aulas continuarão mesmo durante os feriados do Carnaval. “Nós temos um déficit de efetivo reconhecido pelo Governo que acatou a reivindicação e autorizou a convocação dos classificados em turma única”, destacou o comandante-geral da PM, coronel Carlos Augusto.
O Comando Geral da Polícia Militar explicou que a perspectiva é traçar um planejamento para realizar a formação continuada de policiais até 2022..

Em conversa com o PortalODia.com, o secretário de Administração, Franzé Silva, informou que a a convocação dos aprovados em turma única se deu devido a uma necessidade do Estado de cobrir o déficit causado por conta da saída de alguns PMs para atuarem junto à Força Nacional na segurança das Olimpíadas do Rio de Janeiro. Segundo Franzé, o Governo Federal pediu ao Piauí que enviassem um reforço para atuar na região Sudeste e o governador Wellington Dias, autorizou a saída temporária desses homens.
"O cronograma da nomeação previa chamar uma parte dos classificados em janeiro e a outra só em dezembro, mas pp, para evitar que a segurança do Piauí ficasse prejudicada com a saída temporária desses homens, foi autorizado o chamamento em turma única", explica o secretário.
Reivindicação antiga
O ano de 2015 foi marcado por inúmeras manifestações dos classificados no último concurso da Polícia Militar que reivindicavam convocações por parte do Governo. Em setembro do ano passado, a Secretaria de Administração chegou a afirmar que não teria como chamar os classificados porque havia atingido o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Já em outubro, o Governo do Estado, diante das manifestações dos aprovados, divulgou o cronograma de nomeações de policiais militares para 2016 afirmando que os classificados seria inseridos na corporação já no começo deste ano.
Em dezembro, o secretário de Segurança, Fábio Abreu, disse que já havia conversado com o governador Wellington Dias sobre a convocação dos concursados para o mês de janeiro e afirmou que a intenção era começar a cobrir, a partir deste ano, o déficit de homens na Polícia Militar do Piauí.