terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Prefeito Florentino relaciona obras que serão entregues em 2016

O prefeito de Parnaíba, Florentino Neto, disse em entrevista a nós concedida que em 2016, apesar da crise financeira do país, vai continuar tocando as obras iniciadas na sua gestão e relacionou algumas que seguem regularmente seu organograma de execução e outras que estavam paralisadas e foram retomadas, como é o caso do matadouro frigorífico que deverá ser entregue ainda no primeiro semestre.
“Vamos entregar no começo do ano um Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU), no conjunto Betânia II, no Bairro Piauí; mais 1.500 moradias do Residencial Dunas de Parnaíba, dentro do “Programa Minha Casa Minha Vida”; vamos inaugurar mais 7 UBS (Unidades Básicas de Saúde); vamos iniciar agora, para ver se inauguramos até o final do ano, 4 creches; vamos continuar as obras de pavimentação asfáltica e poliédrica; vamos entregar mais 3 praças para a comunidade parnaibana; além disso, queremos equipar a UPA 24 horas e consolidar o projeto da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia; e pretendemos também entregar o Centro de Iniciação aos Esportes, que deve ser construído, com recursos já garantidos (mais de 3 milhões de reais) no Conjunto D. Rufino e queremos fazer a urbanização da Lagoa do Bebedouro”, enumerou o prefeito.
UPA 24 horas
                                    UPA 24 HORAS NA PRAÇA PIAUÍ
Sobre críticas publicadas na imprensa, questionando suposto atraso nas obras da UPA 24 horas (no Bairro Piauí), parceria com o governo federal, iniciada em 2013 para ser entregue em 2014, o prefeito disse que a obra está obedecendo seu cronograma de execução, que “não é só a parte física, é o financeiro também. O repasse de recursos influencia. Tem posto de saúde que você dá um prazo mas, dependendo dos repasses financeiros, ele é estendido por mais tempo. Falta ainda adquirir os equipamentos da UPA. Estamos concluindo a parte física. Estamos com emendas parlamentares para serem liberadas que vão nos possibilitar comprar os equipamentos. Estamos discutindo com o Ministério da Saúde o financiamento das ações da UPA”, informou o prefeito.
“É muito fácil ficar lá por trás especulando. Nós estamos buscando liberar as emendas parlamentares para depois da conclusão da obra física adquirir os equipamentos e a montagem. Agora, tem uma coisa: o dinheiro que veio para a obra, o percentual que veio, aplicamos na obra. Ninguém vai depois dizer que recebi tantos milhões para fazer uma coisa e não fiz. O que era pra fazer está feito”, concluiu.
Para o prefeito já diminuiu muito o sofrimento da população, com relação à demora na marcação de consultas, quando pessoas passavam noites em longas filas na busca de atendimento.
“O problema é que não tinha médicos em todas as unidades de saúde. O programa “Mais Médicos” trouxe um benefício muito grande. Recebemos agora mais um médico, existem os médicos do PROVAB (Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica), isso tem nos ajudado muito. E quando a gente expande as Unidades Básicas de Saúde que temos inaugurado em vários bairros, essas unidades, na sua maioria, estão indo para áreas descobertas, que não tinham ainda a abrangência da Estratégia Saúde da Família. E aí você tem uma leitura bem clara: se a área não tinha cobertura, vai diminuir a demanda”, pontuou Florentino.
Fonte: B.Silva