quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Homem que queria matar Dilma e explodir o congresso é preso em Brasilia

A Polícia Militar do Distrito Federal abordou e prendeu um homem que estava acampado, junto de diversas outras pessoas, em frente ao Congresso Federal. No carro do preso foram encontradas uma pistola Taurus .380, um soco inglês, sprays de mostarda, diversos furadores de coco e um porrete. O objetivo do homem, segundo denúncia recebida pela PM, era o de matar a presidente Dilma Rousseff e jogar uma bomba no Congresso.
Segundo Dom Werneck, 38 anos, um dos líderes do movimento que ocupa a entrada do Congresso, foram os próprios manifestantes que denunciaram o homem, pois, segundo ele, “O nosso movimento é família, cristão, pacífico, não apoiamos esse tipo de atitude”.
O preso foi enquadrado e responderá por posse ilegal de arma. O caso está sendo acompanhado pela na 5ª Delegacia de Polícia do Distrito Federal.
Esquadrão de Preto