domingo, 28 de fevereiro de 2016

Muito prazer, eu sou o Legislativo de Parnaíba

                                      (Imagem ilustrativa)
Olá, muito prazer, eu sou o Legislativo do município de Parnaíba. Sinto falta de sua presença. Venha tomar um cafezinho comigo qualquer hora dessas, pois precisamos colocar o assunto em dia e nos conhecermos melhor. Será um prazer recebe-lo, afinal de contas, você é o meu proprietário.
Desculpe, mas na sua ausência, fui obrigado a deixar entrar algumas pessoas que não são seus amigos e que não querem o seu bem. Infelizmente, eu não tive como cerrar às portas para que eles não entrassem, pois, foi você mesmo que deu autorização para que eles entrassem e fossem se sentindo os donos. Uns desses seus inquilinos você terá trabalho quando resolver pedir pra que eles saiam. Alguns alardeiam pela cidade que são os meus donos; outros pegam coisas que são suas e levam embora como se fossem deles.
Soube que, no final de 2016, você irá mandar mais pessoas se apossarem das minhas dependências. Peço cuidado para que você escolha melhor às pessoas que você irá mandar, já estou velho e cansando de sofrer com tantos e tantos abusos.
Há, ia esquecendo. Não demores muito para resolver vir tomar posse, pois quanto mais tempo passamos longe, mais a distância irá enfraquecendo nossos laços.
Não se iluda com as minhas paredes exteriores bem pintadas e as dependências arrumadas, internamente, eu sou muito mal tratado por seus inquilinos. Não posso ser injusto, alguns poucos, bem poucos mesmos, gostam de mim e sou tratado com carinho e respeito por eles.
Sem mais para o momento desejo ansioso o dia que poderemos, finalmente, nos conhecermos melhor e que você possa cuidar de mim como eu mereço.
Atenciosamente, o Legislativo de Parnaíba.
Por Walter Forta Fontenele