quinta-feira, 10 de março de 2016

Operação policial resulta em duas prisões e apreensão de quatro motocicletas em Cocal

Durante uma ronda realizada na noite desta quarta-feira (09/03), o promotor de justiça- Francisco Túlio Ciarlini Mendes, juntamente com policiais militares e agentes da policia civil e da guarda municipal de Cocal, apreenderam quatro motocicletas e prenderam duas pessoas sob acusação de entregar/fornecer veiculo automotor e bebida alcoólica a menores de 18 anos.
As quatro motocicletas foram apreendidas em bairros distintos da cidade, após as autoridades flagrarem seus respectivos condutores trafegarem de forma irregular; todos sem capacete. Em desfavor dos condutores/proprietários das motos será lavrado um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência). Já os veículos apreendidos ficarão recolhidos no pátio da Delegacia de Cocal e só serão liberadas com ordem judicial.


Prisões
Por volta das 21h30min, nas proximidades do ginásio poliesportivo, localizado no centro da cidade, os policiais flagraram e apreenderam dois adolescentes de 17 anos, com sinais de embriaguez, ambos sem capacete e ocupando uma motocicleta Honda pop 100, de cor preta.
Ao serem questionados, os menores informaram que a moto pertencia a um amigo que é maior de idade. Disseram ainda que estavam bebendo na praça do mercado em companhia do dono do veiculo e de uma moça de 19 anos, que é companheira do menor que ocupava a garupa da moto.
As autoridades se dirigiram a praça do mercado e ainda apreenderam uma garrafa pet contendo refrigerante e ypioca. Todos os envolvidos foram conduzidos ao distrito policial para prestarem esclarecimentos.
Os menores foram ouvidos e liberados após a confecção de um BCO (Boletim de Ocorrência Circunstanciado) em desfavor do jovem que conduzia o veiculo. Enquanto os maiores foram autuados nos artigos 243 e 244-B do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Em desfavor de do dono da moto ainda foi agravado o Art. 310 do CTB (Código de Transito Brasileiro). 
Os maiores serão postos em liberdade mediante o pagamento de uma fiança que será arbitrada pela Juíza substituta da Comarca de Cocal- Drª Maria do Perpetuo Socorro Ivani de Vasconcelos. Enquanto não sai a decisão da magistrada, eles continuarão recolhidos temporariamente na delegacia de Cocal a disposição da justiça.
Blog do Coveiro