domingo, 27 de março de 2016

Palhaço é suspeito de matar comerciante ao tentar separar briga, no PI

   Fotos: Valencaonline.com
O proprietário de um bar identificado como Valdir Rodrigues da Silva, 59 anos, morreu após se envolver em uma briga em frente à sua residência no bairro São Vicente, município de Barra D'Alcântara, a 253 km de Teresina. A discussão ocorreu por volta das 23h30, desta sexta-feira santa (25). O suspeito é o jovem Francisco das Chagas Pereira, conhecido como Pantcha, que teria se envolvido na confusão para separar a briga, mas acabou desferindo um golpe fatal na vítima. 
O delegado regional de Elesbão Veloso, Paulo Gregório, conta que o suspeito foi preso por policiais da Força Tática de Valença, cerca de duas horas após o crime. Ele foi localizado em uma casa abandonada. Francisco da Chagas já trabalhou como palhaço em um circo e era conhecido na cidade por se envolver em pequenas brigas, de acordo com a Polícia Civil. Equipes da PM de Várzea Grande, Novo Oriente, Elesbão Veloso e Francinópolis também auxiliaram nas buscas ao suspeito. 
"A vítima estava bebendo na porta de casa com o suspeito e outras pessoas conhecidas. De repente, um rival da vítima identificado como David- que havia roubado R$ 100 de seu bar há algum tempo- chegou ao local e começou a briga. Seu Valdir pegou uma faca e o Pantcha entrou no meio para separar os dois. Nisso, acabou dando um golpe fatal em seu Valdir com o pé da cadeira", explica Gregório. 
O delegado explica ainda que foi descartada a tese de legítima defesa, uma vez que o golpe foi desferido com muita intensidade, causando traumatismo cranioencefálico. O comerciante teve morte imediata. 
Pantcha foi preso por volta das 1h30, deste sábado (26) e deverá responder por homicídio. Já David foi ouvido como testemunha e liberado em seguida. 
cidadeverde.com