terça-feira, 29 de março de 2016

Responsabilidade Fiscal: 50% dos municípios estão no limite

       Prefeito de Murici dos Portela, Ricardo Sales (Foto: Cidade Verde)
Um levantamento da Associação Piauiense dos Municípios (APPM) apontou que, dos 224 municípios piauienses, 115 estão no limite prudencial de gastos com relação à Lei de Responsabilidade Fiscal. Os gestores estariam gastando mais que a lei permite na folha de pagamento dos servidores. Na maioria dos casos, esse problema estaria relacionado ao “inchaço na folha e pagamento” com os servidores comissionados e prestadores de serviço. 
Em entrevista ao Jornal do Piauí desta segunda-feira (28), o presidente da Associação de Municípios da Planície Litorânea, o prefeito de Murici dos Portela, Ricardo Sales, disse que a situação em muitas cidades é caótica. 
“A situação de muitos municípios se agravou porque boa parte dos repasses tanto do Governo Federal como do Estadual vem caindo, ou seja, com a queda dos repasses o nosso índice de pagamento aumentou. Até mesmo os municípios que não contrataram, e que já tem uma lista de efetivos elevada, e com o aumento salarial de outras categorias, também levaram a essa situação”, disse o prefeito.

Ricardo Sales também comentou que os 115 municípios vivem situações particulares e precisam prestar contas no Tribunal de Contas do Piauí. “Com relação ao meu município, eu já herdei uma folha de pagamento inchada. Muitos servidores para pouca lotação. Os ex-prefeitos colocaram os servidores e incharam a folha. Eu preciso justificar tudo isso no TCE”, comentou.
O gestor relatou que precisou cortar gratificações, diárias e o próprio salário para manter a folha de pagamento dos servidores.
“Isso também reflete nos investimentos na cidade porque é preciso deixar de reformar uma escola para garantir a folha de pagamento em dia, pois se você não a mantém irá refletir de forma negativa na economia da cidade já que a maioria das cidades depende exclusivamente da Prefeitura com o pagamento dos servidores”, disse o prefeito.
(TV Cidade Verde)