quarta-feira, 20 de abril de 2016

Deputado afirma que foi ameaçado de morte por ter votado favorável ao impeachment

Por ter votado a favor do impeachment da presidente Dilma Roussef, o deputado piauiense Júlio César Lima, presidente regional do PSD está ameaçado de morte. A mensagem veio pelas redes sociais.
O parlamentar já identificou o autor, acidade onde mora e o número do telefone usado para a ameaça. Antes da votação o deputado foi advertido para não votar contra. Foram duas mensagens no mesmo dia, sexta-feira(15) antes da sessão e outra no domingo, logo após o deputado votar, avisando que ele vai morrer.
PROVIDÊNCIAS
Imediatamente após receber a mensagem coma ameaça de morte, Júlio César comunicou o fato a Polícia Legislativa, repassando todos os dados da pessoa e foi aconselhado a registrar também perante a Polícia Federal.
PRIMEIRA MENSAGEM
A mensagem que está gravada no celular do deputado, registra a 1ª mensagem as 17h47m da sexta-feira: “ Deputado não queremos Michel Temer de presidente e Eduardo Cunha de vice.Isso é imoral”.
SEGUNDA MENSAGEM
A segunda veio as 19h41m também da sexta-feira: “Por favor não vote a favor do golpe. Represente o povo do Piauí que votou em massa para essa presidente que está aí”.
AMEAÇA DE MORTE
A terceira mensagem chegou ao celular do deputado logo após ele votar. O voto foi dado exatamente as 23h39m. Ato contínuo, as 23h40m a mensagem foi postada: “ridículo cabra velho da cara de chiclete. Vai morrer”.
Fonte: 180 Graus