segunda-feira, 25 de abril de 2016

Pessoas que divulgam locais de blitz em redes sociais podem ser punidas

Sabe aquele seu amigo que avisa no Facebook onde está acontecendo uma blitz, ou aquele grupo no WhatsApp que informa o local de cada fiscalização? Tudo isso pode virar crime!
É que o Detran no Rio Grande do Sul encaminhou um Projeto de Lei para Câmara dos deputados que pode punir quem divulgar nas redes sociais os locais e horários das blitze.
Além de um grande desserviço à sociedade, já que as fiscalizações servem para punir pessoas que estão de forma irregular e até identificar motoristas bêbadas que podem causar acidentes graves, vários criminosos usam essas informações para fugir da polícia.
Fonte: 180Graus