quinta-feira, 21 de abril de 2016

Vistoria acha 20 armas, drogas e litro de cachaça em Penitenciária do Piauí

Uma vistoria no pavilhão "F" da Casa de Custódia realizada ontem( 20) apreendeu 20 armas artesanais, 18 aparelhos celulares e 15 baterias, além de drogas e um litro de cachaça. 
De acordo com o diretor da Casa de Custódia, capitão Dênio Marinho, são feitas vistorias diárias, mas essa foi mais minuciosa e envolveu cerca de 150 presos que estão neste pavilhão. 
Os detentos são suspeitos de homicídios, latrocínios e assaltos. “Essa foi mais minuciosa porque esse pavilhão tem dado muitos problemas lá”, destacou o capitão, sem especificar o quais seriam esses problemas. 
O secretário de Justiça, Daniel Oliveira, disse que acionou o setor de inteligência para investigar como os aparelhos e baterias entraram no local e que irão periciar os celulares. Já as armas apreendidas são feitas com material do próprio presídio, vergalhões e material retirado da estrutura. 
Oliveira revelou ainda que já possui uma ocorrência que está sendo apurada, que envolve supostamente um advogado. 

Sinpoljuspi
O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi) acrescentou que também foram encontradas bebidas e até cocaína pura. De acordo com o vice-presidente do Sinpoljuspi, Cleiton Holanda, um fato que tem chamado atenção é o sumiço de cadeados das celas. 
“Há 15 dias atrás, todo plantão tem sumido de três a quatro cadeados e a gente acredita que é um movimento que estava sendo articulado dentro do presídio que pode trazer prejuízos graves e até mortes”, destacou o agente penitenciário. 
Ele disse que alertou a Sejus e solicitou o reforço da segurança da guarda militar. 
cidadeverde.com