sábado, 7 de maio de 2016

Agentes penitenciários podem entrar em greve depois de mais uma morte na Casa de Custódia

Os agentes penitenciários do Piauí poderão anunciar greve nos próximos dias. Depois de registrar a morte de mais um detento dentro do sistema prisional do Estado, o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), declara que a situação é muito grave e a falta de segurança no sistema está preocupando os servidores. A Casa de Custódia hoje, segundo Kleiton Holanda, vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), abriga 971 presos para apenas 33 vagas.
“Uma assembleia reunindo toda a categoria já esta marcada para discutimos esses pontos. Violência no sistema prisional, falta de estrutura, obras que estão paradas desde 2009, falta de materiais e condições de trabalho e outras coisas que envolvem a segurança do servidor e da própria penitenciaria”, declarou.
Nesta sexta-feira (06) um detento identificado como Jonas Coelho Resende, de 18 anos, morreu depois de várias perfurações com barras de ferro, durante banho de sol na Casa de Custódia. Ele era acusado de assaltos e deu entrada no sistema penitenciário recentemente.
Segundo o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) o detento chegou a ser atendido e deu entrada no centro médico por volta das 7h35, porém não resistiu aos ferimentos e morreu. Esse é o 8° detento morto dentro das penitenciarias do Estado e o 16° preso custodiado que perdeu a vida só este ano. 
A assembleia esta marcada para acontecer no próximo dia 12 de maio e a categoria pode decidir por greve.
Portal AZ