terça-feira, 31 de maio de 2016

Empresários são presos por furto qualificado após desvio de energia no PI

Dois empresários foram presos em Teresina suspeitos de desviar energia elétrica na própria empresa. Os suspeitos foram identificados como Osmar Pascoalato e Mariovaldo Domingos dos Santos, sócios de uma empresa no Distrito Industrial, Zona Sul de Teresina, que produz tubos e canos. 
O suposto crime foi descoberto após uma inspeção da Eletrobras-PI que constatou um queda drástica no consumo de energia da fábrica. Os técnicos da empresa concluíram que no local havia furto de energia, conhecido como 'gato'. Assista o vídeo:
"A Eletrobras-PI faz um acompanhamento das medições e quando os técnicos percebem que há uma baixa significativa no consumo na empresa ou residência, verifica-se a possibilidade de fraude no local. Diante disso foi feita a fiscalização na empresa, descoberta a fraude e realizada a autuação", explica o delegado Kleidson Ferreira, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco). 
O depoimento dos empresários ocorreu nesta segunda-feira (30) e durou mais de 4 horas. "Um dos acusados admitiu que fez uma religação", reitera o delegado. Uma terceira pessoa foi levada à sede do Greco e liberada, em seguida, por falta de provas. 
Desvios de energia são comuns no Piauí. Se constatada alguma irregularidade, os responsáveis estão sujeitos a multa ou mesmo a prisão. A punição dependerá do tempo da fraude e a quantia de energia desviada. Os sócios deverão reponder por furto qualificado.
cidadeverde.com