sábado, 7 de maio de 2016

Idosa é assassinada e tem o corpo jogado em poço, em Araioses-MA


A polícia ainda não tem pistas que possam levar ao assassino ou aos assassinos da idosa Maria de Lourdes Athayde Lima – a Lourdes do Correio – ocorrido ontem (6) em hora ainda não comprovada. As investigações se intensificaram na tarde de hoje, porém o caso não parece ser de fácil solução.
Depois de ouvir várias opiniões e depoimentos, duas linhas de raciocínio devem ser observadas. A primeira é de que a vítima pode ter aberto as portas de sua casa para o assassino. Nesse caso seria uma pessoa conhecida e de sua confiança e a outra aponta que ela pode ter sido vítima de marginais que já agem na cidade há bastante tempo.
                                    Poço aonde foi jogado o corpo
A tese de ela ter sido assassinada por alguém que ela conhecia não está fácil de ser comprovada. Quem a defende se baseia no fato de não haver sinais de arrombamento na casa. Quando os parentes dela chegaram ao local, apenas a porta da cozinha que dar acesso para o quintal, estava aberta. O portão de saída pela Rua Emídio Veras não estava com o cadeado como seria o normal, apenas fechado com um ferrolho.
Nesse caso após o assassino cometer o crime e revirado a casa toda teria fechado o portão e pulado o muro para despistar a polícia.
Na segunda hipótese, a mais provável para muitos, é que a idosa tenha sido vítima mesmo de marginais que agem na cidade. Porém, como entraram na casa se todos que a conheceram sabem muito bem que Lourdes jamais abriria as portas de sua residência para alguém que não fosse de sua confiança?
Nesse caso só poderia ser possível se os bandidos já estivessem à espreita dentro do quintal e quando ela abriu a porta da cozinha para lavar louças em um lavatório externo eles a atacaram.
   Abaixo o rastro do pé do suposto assassino:
Quem a matou o fez com estrema violência e requintes de crueldade. Tudo leva a crer que ela foi golpeada violentamente na cabaça atingindo seu olho direito, que há seguir foi estrangulada. Rogério Athayde disse também que ela teve as costelas quebradas. Os bandidos depois amararam seus pés e jogaram dentro de um poço ao lado da residência.


Consumado o ato acredita-se que eles passaram a procurar dentro da casa tudo que lhes interessasse levar. Não se sabe ainda o que levaram. Como seu celular não foi encontrado deve ter sido levado, como também a quantia de R$ 3.700,00 que estaria dentro de um envelope. Rogério Athayde disse que ela costumava guardar seu dinheiro dentro de um envelope e anotava o valor que tinha dentro.
O corpo de Lourdes Athayde foi encontrado por volta das dez horas da noite de ontem. Um vizinho estranhou que a janela da frente da casa continuava aberta já passando da 20 horas e como isso não era normal – as 18 horas estava tudo fechado – avisou um sobrinho dela que mora em uma casa vizinha na esquina da Emídio Veras com 28 de Julho.
Esse depois que chamou e não teve resposta resolveu ligar para Rogério que veio saber o que ocorria. Rogério disse que pulou o muro e como tudo estava escuro nada pode ver. Abriu o portão – que estava fechado por dentro apenas com um ferrolho e sem o cadeado como seria o normal – para que seu primo entrasse também.
Os dois vasculharam a casa e como viram tudo bagunçado e nada de encontrar a tia resolveram chamar a polícia. Foi ai que após algumas buscas viram o corpo da vítima dentro do poço.
A última vez que ela foi vista com vida teria sido após as duas da tarde por uma menor que a viu sentada na calçada falando no celular.
Uns indivíduos suspeitos também foram vistos durante o dia nas proximidades da casa de Lourdes Athayde.
A população araiosense está muito revoltada, está em estado de choque e pavor; está indignada pelo fato da criminalidade avançar cada vez mais e não ter uma resposta efetiva por parte das autoridades policiais do município.
As pessoas estão se trancando, estão com medo de sair de casa, pois os bandidos agem como bem querem porque a polícia que, diga-se de passagem, tem um contingente pequeno e menor ainda às condições de trabalhar.
Diante disso, ou as autoridades constituídas de Araioses tomam uma posição firme de combate ao crime no município ou passaremos a viver numa cidade onde a lei só existe no papel.
Imagens da destruição:
INFORMAÇÕES, FOTOS E EDIÇÃO DABY SANTOS