domingo, 15 de maio de 2016

Justiça do Ceará decreta prisão de suspeito de matar e carbonizar enfermeiro em Chaval

A justiça do Ceará expediu um mandado de prisão temporário contra um homem de 33 anos que reside em Luis Correia acusado de latrocínio. Ele é o principal suspeito de ter assassinado e depois cremado o corpo do enfermeiro Antônio Farias Costa, crime ocorrido no início do mês na cidade cearense de Chaval.
O pedido de prisão temporária, assinado pela juíza Daniela Aoki de Andrade, da comarca de Chaval, foi oficializado no último dia 13. Nele, é decretada a prisão com prazo de 30 dias de Helionardo Lopes Amarante, apontado pela polícia como o principal suspeito do crime.
O piauiense Antônio Farias, conhecido como Antônio Enfermeiro, residia em Luis Correia e foi encontrado morto no último dia 2 na localidade Mucambo, zona rural do município de Chaval. A vítima foi assassinada com pelo menos 15 golpes de faca e, em seguida, teve o corpo carbonizado.
Helionardo havia sido visto com Antônio no dia do crime e, em seguida, com o carro e o telefone da vítima. Depois disso, ele desapareceu e segue foragido.
cidadeverde.com