quinta-feira, 23 de junho de 2016

Polícia deflagra operação contra roubo de carros e cumpre 25 mandados judiciais no PI/MA

Por volta das 8h50 da manhã desta quinta-feira(23), o delegado Geral Riedel Batista informou que nove pessoas já haviam sido presas na Operação Adulteração III, no Piauí e Maranhão. Ao todo 11 mandados de prisão durante todo o dia de hoje(23). Destes dois foram presos em Timon e sete em Teresina, sendo dois em flagrante. 
Em Caxias, foi cumprido mandado de busca e apreensão. "Nosso grande foco com essa operação era a prisão desses criminosos, conseguimos ainda apreender um quilo de maconha, uma arma de fogo e muitos documentos adulterados. Todas as pessoas estão envolvidas em crimes de roubo e receptação e o principal alvo eram automóveis. Apreendemos alguns carros, mas ainda vamos analisar se sao roubados ou não", disse o delegado geral. 
O delegado Armandino Pinto, titular da Polinter, declarou que muitas provas foram colhidas para comprovar o roubo e o furto de vários carros no Piauí e Maranhão. "Eles trabalhavam de forma a arregimentar pessoas que eram responsáveis por roubarem esses carros. Depois eles faziam as vendas. Havia ainda a questão do tráfico configurada com a apreensão desse quilo de droga", disse Armandino.

 
Sete pessoas foram presas e mais de um quilo de drogas apreendidos durante operação Adulteração III deflagrada pela Polícia Civil do Piauí, no início da manhã desta quinta-feira (23), em Teresina e nas cidades maranhenses de Timon e Caxias. A ação policial ainda está em andamento e ao todo estão sendo cumpridos 11 mandados de prisão e 14 de busca e apreensão. 
A operação visa combater o roubo e adulteração de veículos automotores, tanto carros como motocicletas, nos dois estados. Um dos suspeitos foi preso na Santa Maria da Codipi, Zona Norte da Capital. De acordo com as investigações, Anderson Cardoso da Silva seria um dos 'braços armados' da quadrilha, responsável por abordar as vítimas e roubar os veículos; Já Valter Santana de Sousa é apontado como traficante e participaria do esquema fornecendo armamentos para os assaltantes. O receptador- identificado apenas como Ulisses e que ainda está sendo procurado na cidade de Caxias-MA- seria responsável por alterar os sinais identificadores dos veículos roubados para dar uma aparência de legalidade. 
Entre os presos estão mãe e filho que, assim como os demais investigados, estão sendo levados para a sede da Academia de Polícia Civil do Piauí, na Zona Sul de Teresina. 
Participam da operação policiais civis e militares do Piauí e do Maranhão. 
cidadeverde.com