terça-feira, 12 de julho de 2016

Mulher morre eletrocutada ao salvar filho em cerca elétrica, no PI

Uma mulher de 28 anos morreu eletrocutada no início da manhã desta terça-feira ao tentar salvar o filho que levava um choque em uma espécie de cerca elétrica irregular na cidade de Amarante, a 160 km de Teresina. De acordo com a polícia, a família já havia perdido um filho da mesma forma e o pai, responsável pela trágica engenhoca está foragido.
Segundo a polícia civil de Amarante, a casa onde residia a família no bairro Vila Nova possuía um galinheiro e, a partir dele, era feita uma ligação clandestina que energizava todo o muro da parte externa. Um dos filhos teria tocado na cerca e levado um choque e a mãe, Silvana Rodrigues da Silva, de 28 anos, que estava no banho, foi socorre-lo. “A mãe saiu de toalha, ainda molhada, e, por conta disso, levou um descarga bem maior do que a criança e ficou colada na cerca", relata o agente Lindomar Rocha.
O pai, identificado como o motorista José Alves de Oliveira, ainda teria conseguido salvar a criança e fugiu do local. A mulher e o filho foram encaminhados para o Hospital Dr. Francisco Ayres Cavalcante, que fica a cerca de 200 metros da residência.
De acordo com a polícia, esta não foi a primeira tragédia envolvendo o motorista e a aplicação de uma cerca irregular. Em outro endereço, ele teria perdido uma filha quando morava com outra mulher há vários anos. "Uma fatalidade o rapaz colocar uma cerca elétrica com ligação clandestina e deixar um muro inteiro energizado," lamenta o agente Lindomar.
Uma equipe de perícia técnica do Instituto de Criminalística foi solicitada pela polícia para o trabalho de investigação, já que o motorista será responsabilizado criminalmente pelo ocorrido.
cidadeverde.com