sábado, 6 de agosto de 2016

Corrupção na eleição pode ser denunciada por aplicativo em celular

Intenção do TRE-PI é tornar o eleitor um fiscal, através registros de fraude e denuncias
Desde a última quinta-feira (04/08) o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) se reúne com representantes das polícias Federal, Rodoviária Federal, Civil, Militar e Exército para discutirem estratégias para manter a seguranças nas eleições deste ano.
Após a divulgação de que a Polícia Federal vai atuar em nove cidades do estado, outros meios foram discutidos para evitar ocorrências, como em 2014.
Teresina, Parnaíba, Floriano, Picos, Bom Jesus, São Raimundo Nonato, Corrente, Esperantina e Cocal foram as cidades com mais registros de ocorrências no pleito passado e por isso terão reforço da PF.
Outra novidade e a utilização do aplicativo'Pardal'. Criado no estado do Espirito Santos, a ferramenta chega ao Piauí para que os eleitores possam fazer denúncias de casos de corrupção, fraude, propaganda irregular, além de outros ilícitos eleitorais.
Através do aplicativo, pode ser enviados registros apara que a o tribunal faça a apuração. A intenção do TRE-PI é que aja mais ação dos eleitores na fiscalização do pleito e que as redes sociais sejam um aliadas neste processo.
Fonte:180Graus