terça-feira, 23 de agosto de 2016

Governo vai premiar municípios que reduzirem inscritos no Bolsa Família

O governo federal vai premiar prefeitos e municípios que conseguirem ampliar o número de famílias emancipadas do Bolsa Família. O prêmio poderá variar de R$ 100 mil até R$ 3 milhões.
Para impulsionar a ação, a União prepara um pacote de crédito voltado para as famílias de baixa renda, beneficiárias dos programas Bolsa Família e Minha Casa Minha Vida.
Esse dinheiro será destinado para a compra de equipamentos e ferramentas que possam ampliar a renda das famílias e estimular o empreendedorismo.
O pacote deverá ser anunciado formalmente no final de setembro, após votação do processo de impeachment. Essa seria uma alternativa do presidente Michel Temer (PMDB) para se aproximar das camadas mais pobres.
Um fundo de aval será criado com recursos do governo federal para garantir os empréstimos, que serão concedidos pelos bancos.
A linha de crédito está sendo elaborada em conjunto com o BNDES, Banco do Brasil, Caixa e bancos públicos regionais. No caso de inadimplência, o fundo terá o ônus de honrar o pagamento. O Bolsa Família tem hoje cerca de 14 milhões de famílias beneficiadas.
Para este ano, o governo estima custo de R$ 80 milhões com a linha de crédito. Para o ano que vem, esse gasto deve subir para R$ 1 bilhão. O valor, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, deve ser compensado com o pente-fino que o governo está fazendo nos programas sociais para excluir beneficiários irregulares. As informações são do Jornal O Estado de S. Paulo.