segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Vereador de esperantina é morto com tiro no peito ao tentar separar briga

Vítima era Presidente da Câmara de Esperantina; suspeito é procurado pela Polícia Militar
O vereador Antônio Aristides Carvalho, mais conhecido como Tote (PMDB), foi morto vítima de disparo de arma de fogo na noite deste domingo (28/08), na cidade de Esperantina, que fica a 188 quilômetros de Teresina. O crime aconteceu a poucos metros de onde morava o parlamentar, por volta de 19h30.
Tote, que exercia o cargo de Presidente da Câmara de Vereadores, ainda foi socorrido e levado para o Hospital Estadual Júlio Hartman, mas não resistiu aos ferimentos.
Segundo o Cabo 'Da Paz', da Companhia do 12º Batalhão da Polícia Militar, o vereador saiu de casa para tentar acalmar os ânimos de uma briga entre marido e mulher.
"Como ele tinha este jeito conciliador, gostava de ajeitar todo mundo, foi tentar acalmar a confusão, mas o homem tava armado e atirou no peito do vereador", disse o militar, por telefone, ao 180.
O suspeito, identificado apenas como Jailson, está sendo perseguido por policiais militares. Ele já teria histórico de envolvimento em outros delitos. Há pouco foi avistado pela guarnição, mas conseguiu se esconder no matagal. Os policiais ainda não conseguiram confirmar, mas é possível que o suspeito esteja armado.
Por telefone, o 180 conversou com o vereador Regys Sampaio (PMDB), colega de bancada de Tote. Ele contou que o parlamentar era uma pessoa muito tranquila, e que não costumava se envolver em confusão.
Fonte: 180Graus