terça-feira, 20 de setembro de 2016

CNH no Piauí poderá custar R$2.500 e sindicato vai realizar manifestação

O Sindicato dos Proprietários do Centro de Formação dos Condutores do Piauí (Sindapi) vai realizar nesta quarta-feira (21/09) uma manifestação em frente ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PI), contra as exigências que são feitas à autoescolas que podem fazer o valor para formação de condutores aumentar consideravelmente, chegando a R$ 2.500, esse valor hoje está em média R$ 1.300.
O sindicato informou ao 180graus que entre as exigências feitas estão a instalação de câmeras de monitoramento nas salas de aula e nos carros, simulador, motocicletas 50cc, exame toxicológico, entre outros, e que todas essas despesas são repassadas para o que desejam sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
Após o ato na frente do Detran às 8h, o grupo segue em ‘carreata’ para frente do palácio de Karnak onde pretendem dialogar com o Governo para que a situação seja resolvida.
O Estado cobra dos cidadãos a obrigatoriedade da CNH, punindo duramente quem não cumpre a lei, mas dificulta de todas as formas o acesso a ela, com burocracia, taxas exorbitantes e exigências que oneram no bolso do contribuinte. No Piauí, onde a maioria da população é carente e um transporte próprio é uma necessidade e não um luxo, vai ficar cada vez mais complicado concluir esse processo.
Fonte:180Graus