sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Grupo é flagrado com maconha e crack após denúncia em Parnaíba

Em repressão ao tráfico de entorpecentes em Parnaíba, o Serviço Reservado do 2º Batalhão de Polícia Militar do Piauí, sob orientação do tenente coronel Adriano Lucena, flagrou seis pessoas em uma residência denunciada, como sendo um espaço de venda de drogas, no Bairro Frei Higino, mais precisamente na área conhecida como Planalto Tremembés.
Segundo os policiais militares, a intervenção aconteceu após uma denúncia anônima de que estariam sendo vendidas drogas. Na residência foram flagrados cinco homens e uma mulher. os moradores da casa foram identificados como Luiz Carlos e Maria Aparecida de Sousa Costa, 23 anos. Na casa ainda estavam Raimundo Nonato Barbosa Soares, 43 anos; Jorge Luiz Sousa Spíndola, 26 anos; Raimundo Nonato Souza Costa, 20 anos; e um adolescente de 15 anos de idade.
Os policiais fizeram uma vistoria na casa e encontraram duas trouxas de maconha e vinte pedras de crack, além de dinheiro. Por conta disso, todos foram levados para a Central de Flagrantes. A casa é alugada. Luiz Carlos, o “Carlinhos”, disse que as duas trouxinhas de maconha são suas, mas que o crack pertence ao adolescente. Um dos envolvidos, o Raimundo Nonato, dispõe de uma tatuagem de um palhaço nas costas, o que segundo a polícia demostra ódio as forças de segurança. O jovem disse que não sabia disso.
Jorge Luiz disse que é tatuador e tinha ido corrigir uma tatuagem de Maria Aparecida. Esta, por sua vez, disse que ela e o marido são usuários de drogas; mas não são traficantes. Raimundo Soares disse que estava na casa para fazer uma limpeza no quintal. Segundo os policiais militares, foi recebida a denúncia de que na casa funciona uma “Boca de Fumo”.
Por Daniel Santos
Portal Folha de Parnaíba