terça-feira, 6 de setembro de 2016

Japonês da federal é liberado para escoltar presos, mas usando tornozeleira

O agente da Polícia Federal Newton Ishii, que ficou conhecido como Japonês da Federal por aparecer em fotos e filmagens escoltando presos na Operação Lava Jato e que foi condenado a 4,2 anos de prisão por facilitar a entrada de contrabando no Brasil, voltou a atuar na escolta de presos da Lava Jato. Somente nesta semana, Ishii escoltou o empresário José Carlos Bumlai e o ex-presidente da empreiteira OAS Léo Pinheiro. Ishii usa uma tornozeleira eletrônica.
De acordo com a PF, Ishii supriu a falta de um funcionário da força de segurança. Ainda segundo PF, o agente, realiza trabalhos administrativos na corporação e não existe determinação da Justiça que o impeça de realizar este tipo de trabalho eventualmente. Ishii já exerceu a função de chefe da carceragem da PF em Curitiba.
Segundo a decisão judicial, ele deve estar e sua residência entre 23h e 5h durante a semana e nos finais de semana não poderá deixar o local. Ele também está proibido de deixar acidade de Curitiba sem autorização.