domingo, 4 de setembro de 2016

Madre Teresa é canonizada pelo papa Francisco

O papa Francisco canonizou Madre Teresa de Calcutá neste domingo (4), em uma missa para mais de 100 mil pessoas na praça de São Pedro. "Nós declaramos a beata Teresa de Calcutá santa, decretando que deve ser venerada como tal por toda a igreja", disse o papa, em uma cerimônia, provocando o aplauso de toda a congregação.
O processo de canonização teve início com um milagre envolvendo o brasileiro Marcílio Haddad Andrino, da cidade de Santos (SP). Marcílio foi diagnosticado com hidrocefalia e uma infecção rara no cérebro. O brasileiro teria sido curado após sua esposa rezar pedindo a intercessão da madre Teresa.
A religiosa, cujo nome verdadeiro é Agnes Gonxha Bojaxhiu, nasceu em uma comunidade albanesa no sul da antiga Iugoslávia, no que hoje é a Macedônia. Fez o noviciado e ordenou-se freira na Índia, onde tomou o nome de Teresa. Teve uma revelação em 1946, decidindo abandonar o convento e viver para os pobres.
Madre Teresa fundou as Missionárias da Caridade em 1950, com 12 seguidores em Kolkata, Índia. Atualmente, a ordem percorre hospitais, asilos, abrigos e outros serviços em mais de 139 países. 
Madre Teresa recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1979. Em 1997, 18 meses após a sua morte, o papa João Paulo II iniciou o processo de canonização, sendo beatificada em 2003. 
A canonização de Madre Teresa ocorre um dia antes do 19º aniversário de sua morte, 5 de setembro, e entrará no calendário da Igreja Católica.
Fonte: Imirante.com