quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Após passar dois dias preso, juiz manda soltar acusado de furtar leitão de uma vizinha, em Cocal - PI

Um jovem de 22 anos, identificado apenas como Junior, foi preso em flagrante delito pela Polícia Militar horas depois de furtar um leitão (com peso entre de 07 a 08 kg) pertencente a sua vizinha identificada como "Teresa do Alto". O fato aconteceu na tarde da última segunda-feira (21/11), no Bairro Santa Teresinha em Cocal-Piauí. Dois dias após sua detenção, o juiz responsável pelo caso libertou o acusado impondo-lhe a aplicação de algumas medidas cautelares.
De acordo com a vitima, ela procurou o suspeito, que apresentava sinais visíveis de embriaguez alcoólica, para que ele devolvesse o seu animal, afirmando que uma pessoa viu o exato momento em que ele saía de seu quintal com o bicho. Ele negou a autoria, mas acabou confessando onde havia escondido o porquinho com a chegada da PM. Teresa ainda o acusou de ter furtado mais quatro galinhas de seu terreno, mas Junior negou as demais acusações. 

O acusado recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Delegacia de Policia Civil de Cocal, onde informou aos presentes que havia subtraído o leitão porque ele 'atentava' muito em seu quintal, relatando que ia fazer um frito com a carne do bicho no dia seguinte [terça-feira (22)], em comemoração a passagem de seu aniversário. 
Na decisão, o magistrado Carlos Augusto Arantes Júnior, justificou que não encontrou nos autos, neste momento, qualquer circunstância que reclame a decretação da cautela preventiva do autuado, mormente considerando sua primariedade, residência fixa, ausência de maus antecedentes, preenchendo, portanto, requisitos exigidos em lei para auferir o benefício da liberdade. 
"Sem maiores digressões, verifico que a aplicação de outras medidas cautelares pessoais tem efeitos desejados de evitar o encarceramento sem, contudo, demonstrar nenhuma impunidade, pois garantem a efetividade do processo", garantiu o juiz em seu despacho.
Blog do Coveiro