quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Polícia Civil, Militar e Guarda Municipal deflagram operação 'Areia Branca' em Cocal

O serviço de inteligência da Polícia Civil com o apoio ostensivo da Polícia Militar e da Guarda Municipal, sob a coordenação da Delegada Daniella Dinali, deflagrou na manhã desta terça-feira (29/11), a operação "Areia Branca" que resultou na prisão de três pessoas e na apreensão de três animais da espécie bovina, quatro caminhonetes modelo D-20, duas motocicletas, joias, materiais de uso agrícola, dentre outros produtos oriundos de furto e roubo, além de duas espingardas de fabricação artesanal e munições. 
A ação é resultado de uma investigação policial que aponta um homem identificado como Edmar Francisco da Silva, conhecido popularmente como "Edmar Rosa", morador da localidade Areia Branca, zona rural de Cocal, de ser o executor de uma série de furtos a propriedades rurais da região Norte do Estado do Piauí. Ele encontra-se na qualidade de foragido. 
Foram presos a esposa de Edmar Rosa, de nome Maria Aparecida Pereira da Silva, de 35 anos, por ser conivente com as ações criminosas do marido; o lavrador Jeová Domingos da Silva, de 34 anos, que confessou a sua participação em alguns delitos junto com Edmar; e em cumprimento a um mandado de prisão, os agentes detiveram no povoado Santo Hilário, o também lavrador Fábio Muniz dos Santos, de 27 anos, apontado pelas investigações como o autor de um assalto a mão armada registrado no mês de agosto deste ano, que teve como alvo uma joalheria localizada no centro de Cocal (CLIQUE AQUI E REVEJA). Jeová e Fábio são funcionários de confiança de Edmar Rosa. O trio encontra-se recolhido a disposição da justiça na Delegacia de Polícia Civil de Cocal.
                          Na foto: Fábio Muniz dos Santos, de 27 anos
A operação cumpriu um mandado de busca e apreensão na propriedade de Edmar Rosa, onde foi localizado em meio a mata, a aproximadamente trezentos metros dos fundos da casa, um curral com três animais (gado), uma caminhonete D-20, de cor vermelha, suspeita de ser utilizada no transporte dos animais e objetos furtados, parte da lataria e algumas peças de uma outra D-20, de cor azul, além de uma forrageira desmontada e outros materiais espalhados (escondidos) em meio ao terreno. Na casa ainda foi apreendido duas espingardas tipo "bate-bucha", algumas peças de joias subtraídas da joalheira por Fábio; uma caminhonete D-20, de cor azul, em perfeito estado de funcionamento, duas motocicletas, duas máquinas forrageiras, e um automóvel modelo celta, de cor branca, que foi confiscado para averiguação. Todo o material apreendido é de origem ilícita, exceto as espingardas e o carro modelo celta.
A policia ainda localizou em uma oficina durante a noite uma caminhonete D-20, cabine dupla, de cor verde, de placas NAJ-0597, pertencente a Edmar Rosa. O dono do estabelecimento informou que o carro estava no local para ser reformado. Ao inspecionar o veiculo os agentes descobriram que o motor do carro é de outra caminhonete do mesmo modelo. O referido veiculo também foi apreendido para averiguação.
   Material apreendido é restituído aos seus legítimos donos no inicio da tarde
* A viçosense Maria Antônia do Nascimento Gale, compareceu ao distrito policial para reaver sua caminhonete D-20, de cor vermelha, de placas HUH-7414/Viçosa do Ceará-CE, que foi furtada da frente de sua residência no dia 20 de agosto deste ano.
* A lataria e algumas peças da caminhonete D-20 encontrada no terreno é pertencente ao senhor Cornélio Pedro Barreto, conhecido popularmente como "Cornélio Barreto", de 91 anos. O veiculo foi subtraído da frente do hospital de Cocal no dia 13 de julho deste ano (CLIQUE AQUI E REVEJA).
* Uma máquina forrageira encontrada sem o motor e sete sacas de milho é pertencente ao senhor Antônio Carlos Araújo da silva, conhecido popularmente como "Toin Passos". O material restituído, bem como muitos outros ainda não localizados pela polícia, foram subtraídos de sua propriedade localizada próximo ao povoado Poço da Pedra, zona rural de Cocal, no dia 14 de novembro.
* Dois animais da espécie bovina (vacas) foram entregues ao criador Crispim Veras Portela, morador da cidade de Caraúbas do Piauí. Ele informou que seus bichos foram furtados de sua propriedade localizada no povoado Tamboril, zona rural de seu município, no dia 17 de novembro. Disse ainda que ao chegar em seu curral horas depois do crime, encontrou outras quatro vacas amarradas. Ele acredita que elas também seriam levadas pelos criminosos. 
* Um animal da espécie bovina foi restituído ao criador Geovane dos Santos Sousa, morador do povoado Palmeirinha, zona rural de Cocal. De sua propriedade ainda foram furtados outros três bichos. O fato aconteceu na noite do dia 11 de novembro. Ele disse aos policiais que uma vaca que o bando não conseguiu levar foi espancada e morreu dias depois em consequência das lesões.
Veículos apreendidos aguardam a chegada de seu legitimo dono para restituição.
Fonte: Blog do Coveiro