sábado, 19 de novembro de 2016

Traficantes derrubam helicóptero no Rio de Janeiro, quatro PMs mortos; VEJA O VÍDEO

O Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA) chegou ao local, há alguns minutos, para dar início à perícia
A queda de um helicóptero Grupamento Aeromóvel da Polícia Militar (GAM), no início da noite deste sábado, deixa quatro mortos. A aeronave caiu na Avenida Ayrton Senna, na altura da Gardênia Azul, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. O acidente ocorreu por volta de 19h30.
O helicóptero que caiu próximo à favela de Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio, teria sido abatido por traficantes
Assista o vídeo:
O Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA) chegou ao local, há alguns minutos, para dar início à perícia. Um vídeo, postado nas redes sociais, mostra traficantes, fortemente armados, no local da queda. A Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) e a Delegacia de Homicídios também estavam com agentes mobilizados na região.
Assista ao vídeo, publicado na página do jornalista Ricardo Bruno, no Facebook. O editor aconselha discrição da audiência. Linguagem chula e cenas violentas:
Traficantes de Cidade de Deus
A notícia da morte dos tripulantes foi divulgada logo após o incidente. De acordo com o Coronel Sérgio Schalioni, comandante do 31º BPM (Barra da Tijuca), todos os quatro passageiros da aeronave morreram. O helicóptero, segundo fontes oficiais, dava apoio a uma operação na região e teria sofrido uma pane. A Linha Amarela seguia interditada nos dois sentidos.

Ao todo, 50 policiais do BOPE foram destacados para o patrulhamento, em frente à Unidade de Tratamento de Rio Arroio Fundo, próximo ao local onde o helicóptero caiu. Em uniforme de combate, um dos policiais disse, a jornalistas, que o grupamento está pronto a cercar e ocupar a Cidade de Deus. O Batalhão conta com um veículo blindado para a operação em curso. Os homens estavam de saída para a base da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Cidade de Deus. Segundo um sargento da PM, eles vão circular em comboio pela favela.