quinta-feira, janeiro 19, 2017

Ministério Público de SP aponta presença de 103 integrantes do PCC no Piauí

Dados do Ministério Público de São Paulo revelam a presença de 103 integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) no Piauí. A estimativa recente foi divulgada pelo Centro de Segurança Institucional e Inteligência do MP-SP para o site UOL. 
Os números são de agosto do ano passado e abrangem integrates presos e em liberdade. Como o PCC atua na ilegalidade os dados não são oficiais, já que é impossível a realização de uma contagem exata.



Procurado pelo Cidadeverde.com, o secretário estadual de Segurança, Daniel Oliveira, diz que não conhece a informação e afirmou que não irá dar nenhuma declaração sobre o assunto. "Não tomei conhecimento e na Secretaria de Segurança não há essa informação. Não darei declaração a esse respeito", pontuou.

A Secretaria Estadual de Justiça não reconhece, mas agentes penitenciários afirmam que facções criminosas atuam no sistema prisional do Piauí. Um agente, que prefere não se identificar, em entrevista à TV Cidade Verde, revelou que já foi feito refém por presos integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) durante uma rebelião. 

O agente penitenciário também garante que gerentes da unidades prisionais do Estado são ameaçados constantemente pelos detentos integrantes de facções criminosas e que, inclusive, a Sejus reforçou a segurança pessoal dos diretores. 

"Fui feito refém e o Primeiro Comando da Capital disse que só não ia matar um a um caso o Estado atendesse às reivindicações que eles pleiteavam. Eles queriam ser transferidos para seus Estados de origem. Depois dessa rebelião eles conseguiram o queria, que foi a volta para seus Estados. Os gerentes são ameaçados e a Sejus deu segurança a eles com policiais armados tanto dentro do presídio como fora, na sua vida pessoal", conta o agente penitenciário. 

A discussão sobre a atuação de associações criminosas no sistema prisional do Estado veio à tona após mapeamento do Serviço de Inteligência do Governo Federal revelar que o Piauí tem a presença das facções: PCC, Bonde dos 40, Primeiro Comando de Esperantina, Primeiro Comando de Campo Maior e Facção Criminosa de Teresina. 


Rayldo Pereira
Com informações de UOL
rayldopereira@cidadeverde.com