sexta-feira, janeiro 13, 2017

Policia prende mais um integrante da quadrilha dos caixas eletrônicos

                 Lucas de Macêdo Peres, mais conhecido como "Luquinhas".
O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) continua no litoral do Piauí realizando diligências como parte da "operação litoral" deflagrada no final da tarde dessa quinta-feira (12/01) e que prendeu inicialmente sete homens acusados de integrar uma quadrilha especializada em estouro a caixas eletrônicos e agências bancárias em todo o Piauí. As ações da polícia se concentram nos municípios de Parnaíba e Luís Correia.
Carro do bando encontrado abandonado em posto de combustível
Dando continuidade a operação, o GRECO prendeu na tarde desta sexta-feira (13/01) por volta das 14h em Parnaíba mais um integrante da quadrilha, identificado como Lucas de Macêdo Peres, mais conhecido como "Luquinhas".
                  Material apreendido na casa onde o Luquinhas
"Durante as diligências ainda apreendemos quase dois quilos de entorpecentes em uma casa em Parnaíba que estava sendo alugada ao Carlinhos, preso ontem. Juntamente com a droga, prendemos o Luquinhas responsável por trazer os entorpecentes de Teresina aqui para o litoral. Com isso, estamos provando que eles não agem só na explosão de caixas eletrônicos, mas também no tráfico de drogas", explicou o delegado Gustavo Jung, coordenador da operação.
Durante as diligências, os policiais também apreenderam o segundo carro do bando, um Chevrolet Cobalt com placas ODX-2848. O veículo estava abandonado em um posto de combustíveis localizado nas proximidades do Aeroporto Internacional de Parnaíba.
"No final da tarde de quinta-feira, quando chegamos em uma das casas utilizada pela quadrilha na cidade de Parnaíba, encontramos a chave deste carro Cobalt. E nesta sexta-feira a tarde, dando continuidade as diligências, encontramos o veículo abandonado em um posto de combustíveis. Acreditamos que o carro seria utilizado nas próximas ações da quadrilha", ponderou o delegado do GRECO.
O oitavo integrante preso também deverá ser transferido para Teresina, assim como os demais que já foram levados na manhã desta sexta-feira.
Material apreendido na casa onde o Luquinhas
Repórter: Kairo Amaral
Meio Norte