sexta-feira, fevereiro 10, 2017

Polícia Civil prende pichador 'Palestino' no Piaui

Foi preso na manhã desta sexta-feira, 10, Samuel Ali Silva Hardon, 20 anos, conhecido em toda a cidade pelo pseudônimo de Palestino. O jovem fez pichações com o nome por toda a cidade, em locais inusitados e de difícil acesso, a exemplo da caixa d’água da Universidade Federal do Piauí.
A prisão foi realizada pela Delegacia Especializada de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (DEPRE). Segundo o delegado Menandro Pedro, ele foi preso pelo crime de apologia às drogas. Ele foi preso em casa, no bairro Real Copagre, zona Norte de Teresina.
“Ele postava fotos em suas redes sociais com um título eleitoral, fazendo como se fosse um cigarro de maconha, provavelmente”, disse o delegado.
O rapaz é natural de Brasília (DF) e realizava pichações por todo o país. A Universidade de Brasília foi um dos seus alvos. Ele informou à polícia que é filho de um diplomata do Paquistão.
O mandado de prisão foi expedido pelo juiz da Central de Inquéritos. Sobre o crime de pichação, o delegado disse que as vítimas precisam registrar Boletim de Ocorrência. “Ele causou danos à várias pessoas, no Piauí e no Brasil, com as pichações. É uma falta de respeito à sociedade piauiense e brasileira”, disse Menandro Pedro.
Neste momento, ele encontra-se na Depre, onde está sendo interrogado pelo delegado Talles e será encaminhado para o presídio, cujo nome não foi revelado por motivo de segurança. A prisão pode ser prorrogada por cinco dias. Com ele, a polícia encontrou vários objetos usados para as pichações.
piauihoje.com