sexta-feira, abril 28, 2017

Após ser preso por assalto, homem foge algemado em Ilha Grande do Piauí

Nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (27/04) uma residência no conjunto habitacional Nova Vida, aqui em Ilha Grande, foi invadida por três homens armados de faca. O trio ainda teria entrado no quintal de outra casa e furtado um pato ganso. Todos foram presos pela PM, mas um deles fugiu algemado. 
A proprietária da primeira casa invadida, identificada como Maria de Socorro Lima, relatou que no momento da invasão estava apenas com roupas íntimas e afirma que se não tivesse corrido teria sido estuprada. “Eu estava só de calcinha e sutiã quando foi surpreendida com a presença dos três dentro da minha casa. Cheguei a reconhecer um deles e questionei o porquê daquilo, mas fui ameaçada de morte. Se eu não tivesse corrido, eles teriam me estuprado”, disse.
Assista o vídeo:
Após a casa de Maria Socorro foi a vez da residência do senhor Edvaldo Pinto. De lá, os criminosos furtaram um pato ganso.
Uma guarnição do Grupamento da Polícia Militar de Ilha Grande foi acionada e conseguiu prender os três suspeitos. O trio foi levado inicialmente para a sede do GPM para o levantamento de mais informações, mas um dos presos acabou fugindo algemado. “Um deles chegou a apontar o local onde tinha deixado o celular da vítima. O meu colega de viatura foi com ele até o endereço, só que o suspeito conseguiu fugir algemado”, explicou o cabo Francisco Sousa.
Os dois que ainda permaneceram presos foram identificados como Gilmaci de Lima Sousa, de 19 anos, mais conhecido como “Chuck”, e Alex Sena, de 26 anos, o “Papada”. Ambos foram levados para a Central de Flagrantes de Parnaíba para os procedimentos legais. Eles negaram as acusações e colocaram a culpa no outro suspeito que fugiu, que é conhecido como “Catolé”.
Por Kaio Amaral/Meio Norte
Edição: Júnior Luz