Publicidade

Publicidade

terça-feira, 11 de abril de 2017

Operação inaugura uma ‘nova era no Piauí’, revelam parceiros do Gaeco

Os parceiros do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público do Estado confirmam que o órgão está sendo uma referência no combate a corrupção. Participam da rede de controle o Ministério Público Federal, o TCE (Tribunal de Contas do Estado), TCU (Tribunal de Contas da União), Polícia Rodoviária Federal e as Policias Militar, Civil e Federal.
O delegado da Polícia Civil, Kleydson Ferreira, destacou o papel que o Geaco está desenvolvendo junto aos municípios.
“A operação do Gaeco inaugura uma nova era no Piauí, justamente por envolver vários órgãos”, destacou.
Kleydson Ferreira disse que operação Escamoteamento “abre portas para outras investigações que virão”.
O representante do TCU, Luís Emílio, destacou que a atuação conjunta é um exemplo para o resto do País.
“Desestimulando quem quer desviar recursos públicos do Estado”.
O procurador Marcos Aurélio Adão, do MPF, também elogiou a atuação do Gaeco e das instituições envolvidas e declarou que o Ministério Público Federal será um parceiro nas operações.
Semana passada, o Gaeco desbaratou uma quadrilha especializada em desviar recursos públicos da prefeitura de Cocal. A organização criminosa desviou mais de R$ 18 milhões e atuavam em prefeituras do Piauí, Ceará e Maranhão. Oito empresários foram presos e cinco estão foragidos.
Cidade Verde