Publicidade

Publicidade

quinta-feira, 13 de abril de 2017

PI: Cão morre de fome após semanas na frente de delegacia esperando dono preso

O cão adulto Sem Raça Definida (SRD) que comoveu a todos na cidade de Piripiri (157 km de Teresina), morreu ontem (12) após dias sem comer e apresentando sinais de fraqueza. O animal foi levado por policiais civis ao veterinário, mas não resistiu. Ele estava há cerca de três semanas diante do complexo de delegacias e os policiais acreditam que o cachorro estava aguardando o retorno de seu dono, possivelmente um dos presos no DP.
Segundo os policiais, médicos veterinários informaram que o cão apresentava sinais de depressão e, devido à mudança de rotina, pode ter ficado com o sistema imunológico debilitado.
A principal suspeita é de que o cão tenha contraído a doença do carrapato, que tem cura, mas se não tratada no início pode matar. Os sitomas são principalmente fraqueza e falta de apetite, posteriormente inchaço no abdômen.
O cão chegou ao local junto com alguns presos e nunca mais abandonou a porta. Os policiais acreditam que ele aguarda o dono, mas todos os detidos no Distrito Policial já foram transferidos para o presídio e ninguém sabe quem é o tutor do animal. 
O titular do 2º DP da cidade, delegado Ricardo Oliveira, disse que o cachorro ficava bastante agitado sempre que novos presos chegavam ao complexo. 
"Ele ficava como se estivesse esperando o dono voltar. Nós sabemos que ele chegou com alguns presos, mas todos já foram para o presídio de Esperantina (174 km de Teresina) e não sabemos quem é o dono", informou. 
Os policiais alimentavam e davam água para o animal, na esperança de que ele reencontrasse sua família. Caso o tutor não fosse localizado, ele seria o novo mascote do complexo. 
O cão foi enterrado em local apropriado e os policiais e moradores da região estão bastante comovidos com a partida do cãozinho.
cidadeverde.com