Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

domingo, abril 02, 2017

Piauienses estão pagando 15% a mais em impostos em 2017

O piauiense está pagando cerca de R$ 266 por mês em impostos. Comparando com o ano passado, cuja média mensal era de R$ 230, a alta foi de 15,65% - mais que o dobro da inflação, que fechou o ano passado em 6,29%. 
De primeiro de janeiro deste ano até este domingo (2) - ou seja, em três meses - os piauienses pagaram R$ 2,56 bilhões em impostos. 
Dividindo pela população de piauienses (3.212.180 de pessoas), é como se cada habitante tivesse pago R$ 800 em impostos durante os três primeiros meses do ano - pouco mais de R$ 266 por mês.
Durante todo o ano passado, foram pagos pelos piauienses 8.932.292.349,83, o que corresponde a R$ 2.780 por habitante - pouco mais de R$ 230 por mês. 
A arrecadação do Estado representa 0,45% do total do país. Em Teresina, a arrecadação somou R$ 131, 44 milhões. A pesquisa é realizada pela Associação Comercial do Estado de São Paulo (ACSP), conhecida popularmente como Impostômetro. O levantamento diz respeito a todos os tipos de impostos: municipais, estaduais e federais. 


Dados nacionais
Em todo o Brasil, de janeiro até este domingo foram arrecadados R$ 574,848 bilhões em impostos. No ano passado, só se chegou a esse valor cerca de 9 dias depois. 
Para o presidente da ACSP, Alencar Burti, esse aumento arrecadatório de um ano para outro é um incentivo para que o governo federal descarte elevação ou criação de impostos. “Esse crescimento é sinal de que a recessão perde força e a economia começa a reagir. O controle de gastos e as reformas ajudarão a sanear as contas públicas nos próximos anos. Por isso, vemos como desnecessário qualquer aumento tributário, visto que isso retardaria a retomada da economia”, declara.
Cidade Verde