.Publicidade

.Publicidade

segunda-feira, abril 24, 2017

Três suspeitos de mega-assalto no Paraguai são mortos durante confronto com a PF

Três suspeitos do mega-assalto na cidade paraguaia de Ciudad del Este, na fronteira com o Brasil, foram mortos depois de um tiroteio no começo da tarde desta segunda-feira (24), conforme a Polícia Federal (PF). Outros dois ficaram feridos e foram presos.

De acordo com a polícia, eles estão entre os 50 homens que participaram do roubo a uma transportadora de valores durante a madrugada. Além disso, a PF diz ter apreendido cinco veículos (entre eles, um carro de polícia), um fuzil, uma pistola, um barco, 7 quilos de explosivos, malotes vazios e munição de grosso calibre.
O assalto
Segundo a Polícia Nacional do Paraguai, cerca de 50 ladrões fortemente armados invadiram a sede da transportadora de valores Prosegur em Ciudad del Este, no Paraguai, durante a madrugada desta segunda-feira (24), e fugiram com dinheiro. Inicialmente, a Polícia Nacional do Paraguai informou que o grupo havia fugido com US$ 40 milhões (o equivalente a mais de R$ 120 milhões). Mais tarde, a própria polícia informou que os valores ainda estão sendo contabilizados.
Confronto
Policiais federais trocaram tiros no começo da tarde desta segunda-feira (24) com suspeitos do assalto por volta do meio-dia, na área rural de Itaipulândia, às margens do Lago de Itaipu, no oeste do Paraná.

De acordo com a Polícia Federal, uma equipe que estava de patrulha pela região se deparou com um grupo de cerca de 12 suspeitos que atirou e fugiu. Policiais militares e civis da região foram acionados para reforçar a segurança no local. Helicópteros também estão sendo usados na ação.
Por volta das 14h, houve outra troca de tiros, desta vez em São Miguel do Iguaçu. De acordo com o delegado Francisco Sampaio, os suspeitos abandonaram um veículo roubado havia pouco na região, munição de fuzil e explosivos.
Nota da Presidência
"O Presidente Michel Temer determinou hoje ao ministro da Justiça, Osmar Serraglio, que coloque a Polícia Federal à disposição das autoridades paraguaias para colaborar com as investigações dos fatos ocorridos em Ciudad del Este, na madrugada desta segunda-feira (24).
O governo federal acompanha os desdobramentos das ações policiais já em curso em território nacional e apoiará, com todos os recursos necessários, as investigações conduzidas atualmente pelas autoridades paraguaias.
O governo brasileiro se solidariza com as vítimas dessa ação criminosa e, em especial, com os familiares do policial paraguaio morto.
Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República"
Fonte: G1