sábado, maio 27, 2017

Audiência Pública discute melhoria do transporte alternativo em Luís Correia

A melhoria dos serviços e legalização do transporte alternativo intermunicipal foram discutidos em audiência pública na manhã desta quinta-feira (25/05). Por iniciativa dos Vereadores, Raphael Silva (PPL) e Carlitu´s (PSD), além de parlamentares, sociedade civil organizada, Poder Público, Cooperativas de transportes e profissionais que atuam na área debateram o tema na Câmara Municipal.
“Essa audiência publica teve uma efetividade muito grande com a participação de vários setores da sociedade foi um passo importante, pois o município se comprometeu aqui de enviar a esta casa de leis, o projeto para municipalizar o trânsito no município”, disse o vereador Raphael Silva. 
No entendimento dos parlamentares, a atuação de pessoas que fazem o transporte alternativo sem o devido respeito aos usuários, deve ser analisada e debatida de forma prioritária, garantindo uma forma de fazer com que essas pessoas consigam continuar trabalhando e ofereçam um serviço de qualidade à população de Luís Correia. A sessão foi presidida pelo vereador Raphael Silva e Carlitu´s, na oportunidade vários oradores usaram da palavra para expor as situações da má qualidade do transporte que circula de Luís Correia a cidade de Parnaíba.
O vereador Carlitu´s (PSD), disse ter proposto a discussão com o objetivo de solucionar essa questão que a muito tem deixado os que utilizam o transporte sem um serviço de qualidade. “Esta Casa está preocupada com o transporte, temos que fazer alguma coisa, para que se tenham mais o respeito com o usuário desses serviços”. Frisou Carlitu´s.
Para Wilton Veras, que representou os usuários dos serviços de transportes prestados por vans, destacou alguns problemas e dificuldade que pessoas encontram no transportes alternativo do Bairro Coqueiro a Parnaíba, e apontou alguns dos problemas enfrentados pela população, principalmente idosos e estudantes. Um deles foi que os ônibus das empresas que exploram o serviço de transporte de passageiros no perímetro urbano estão sucateados não tem capacidade de levar pessoas portadoras de deficiência e a forma como são conduzidos com total falta de respeito com os passageiros. De acordo com ele, a forma de organizar esse serviço é criando a guarda civil municipal na cidade para fiscalizar. 
O representante dos proprietários de vans, Miranda, concordou que os transportes estão sucateados e afirmou que já esta em processo de compra novos veículos, porém as concessionarias só vendem o veiculo após o governo do estado, dá a ciência da ordem de serviços aos impetrantes. Alegou ainda que nenhum alternativo é irregular e fez demonstração documental provando tal argumento.
Além dos proprietários de vans e micro ônibus, taxistas e motoristas informais, participaram da discussão a Secretaria de Planejamento do Município representado pela Sra. Roseane Galeno, Ministério Publico, Silvio Rebelo, representando o Secretário de Transporte do Estado; Nonato Eloi, Presidente da Cooperativa de Transporte de Luís Correia a COOTAXI; Presidente da Câmara, José Maria; Major Pacifico da CIPTur; Coronel Ramos comandante do BPRE; vereadores e vereadoras, além de presidentes de associações e munícipes.
CÂMARA MUNICIPAL DE LUIS CORREIA – PI
ASCOM – ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO