Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

sexta-feira, junho 23, 2017

PI: Tenente suspeito de matar namorada é escoltado pelo exército até o IML para exame

Militar chegou em ambulância e entrou no instituto em uma cadeira de rodas sob forte esquema de segurança armada.
O tenente José Ricardo da Silva Neto, principal suspeito de matar a estudante Iarla Lima Barbosa, 25 anos, realizou exame de corpo e delito nesta sexta-feira (23) no Instituto de Medicina Legal de Teresina. O militar chegou em uma ambulância e entrou no instituto em uma cadeira de rodas sob forte esquema de segurança armada que foi montado por militares do Exército.
Assista o vídeo:
Iarla Lima foi morta no dia 19 desse mês depois de ter sido atingida com quatro tiros. O corpo foi encontrado dentro do carro do oficial no estacionamento do prédio onde ele mora. A irmã de Iarla levou um tiro de raspão na cabeça e passa bem. A amiga da vítima levou um tiro no braço e teve alta médica na terça-feira (20) .
Silva Neto, como é conhecido na corporação, apresentou-se com dificuldades para caminhar porque segundo a Polícia Civil ele atingiu a própria perna com um disparo durante a discussão no carro a estudante.
Após fazer os procedimentos médicos o tenente foi colocado novamente na ambulância em foi encaminhado ao presídio militar, onde permanece preso. Segundo o delegado da Delegacia de Homicídios, Francisco Costa, o Barêtta, a vítima foi com o namorado, a irmã e uma amiga para uma festa em um bar na Zona Leste de Teresina. A mãe da garota, professora Dulcinéia Lima, contou que os dois namoravam havia apenas uma semana.
Na terça-feira o juiz Airton Rosal Falcão Júnior, responsável pela audiência de Custódia, converteu em prisão preventiva a prisão em flagrante do tenente Jose Ricardo da Silva Neto. Na investigação a Polícia Civil considera que o assassinato de Iarla se trata de feminicídio. O corpo de Iarla foi enterrado em Governador Eugênio Barros, no Maranhão, cidade natal da jovem.
Fonte: G1