Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

segunda-feira, junho 26, 2017

PIAUÍ: Psicóloga é achada morta, estrangulada com fio de telefone e uma coleira de cachorro

Uma mulher foi encontrada morta na cozinha da sua casa, na rua Henrique Dias, no bairro Macaúba, zona Sul de Teresina, por volta do meio-dia de ontem (25). 
A vítima foi identificada como Joaquina Maria Pereira de Barros, 56 anos. Ela era psicóloga do Hospital Aerolino Abreu e proprietária de uma empresa de psicologia, localizada na zona Leste de Teresina. 
De acordo com o coordenador da Delegacia de Homicídios, delegado Francisco Baretta, ela foi encontrada com um fio de telefone e uma coleira de cachorro em volta do pescoço. 
“Foram iniciadas as investigações, com perícia no local de crime e na vítima”, resumiu-se Baretta. 
O corpo foi encontrado por volta de meio-dia pela filha da vítima, de apenas 9 anos de idade. Ao ver o corpo da mãe ensanguentado na cozinha da residência; a criança correu para um posto de combustível, na esquina da sua casa, e pediu por socorro a um frentista. Ele chegou a entrar em contato com a polícia, mas quando a ajuda chegou na residência, a psicóloga já estava morta. 
Baretta informou que, além de estar com um fio de telefone e uma coleira de cachorro no pescoço, a vítima também sofreu um corte profundo na mesma região.
“Estamos investigando as circunstâncias no crime, solicitamos imagens de câmeras de segurança de todo o perímetro do local onde a vítima morava”, disse Baretta.
O delegado disse ainda que, até o momento, as informações levantadas nenhum objeto foi roubado da casa da vítima, o que afasta a hipótese de latrocínio. Na casa da vítima não há sinais de arrombamento.
Joaquina morava sozinha na casa junto com a filha de nove anos. A residência fica localizada na Rua Henrique Dias, bairro Macaúba, zona Sul de Teresina. 
cidadeverde.com