quinta-feira, junho 15, 2017

Um homem e duas crianças morrem afogados durante banho em rio no Piauí

Um homem de 47 anos - cuja identidade não foi revelada - e duas crianças, morreram afogados por volta das 14h, desta quinta-feira (15), feriado de Corpus Christi, no Rio Parnaíba, próximo de uma coroa (banco de areia), que fica localizada entre os municípios de Teresina e Timon. O afogamento foi confirmado pelo subtenente Nunes, que está no plantão do Corpo de Bombeiros. Segundo o subtenente, o corpo do homem já foi resgatado e as buscas pelos corpos dos dois jovens continuam nas águas do rio.
O subtenente Nunes, destacou que o resgate do homem foi feito pelo sargento Valter, que fez mergulho e resgatou o corpo do homem. Os corpos das crianças seguiram pela correnteza e o Corpo de Bombeiros continuam as buscas na região. Duas meninas e uma mulher também iam se afogado, mas foram socorridas e salvas por um grupo de pessoas que estavam próximas ao local.
O banhista Luis Carvalho, que presenciou o afogamento, disse que os outros presentes conseguiram salvar outras três pessoas, entre eles, as duas crianças. “Nós não conseguimos salvar os outros três envolvidos. Morreram o pai das crianças e dois garotos jovens”, declarou.
O pescador Eudes Batista e os jogadores Francivaldo da Costa Macedo e Rafael Anderson salvaram uma mulher e duas crianças gêmeas de aproximadamente 7 anos, que iam se afogando nas águas do rio Parnaíba, mas não conseguiram salvar o pai das crianças.

“Eu dizia para elas terem calma, para não ficarem nervosas e para que elas não se afogassem também. Eu consegui fazer o resgate utilizando um pedaço de bambu”, declarou Francivaldo. O jogador Rafael Anderson disse que viu as crianças se afogando, então disse para meu amigo salvar uma criança e ele pegou outro.
“As meninas estavam se afogando e seus pais, mesmo sem saber nada, entraram no rio para tentar salva-las e começaram a se afogar também, então eu e meu amigo entramos no rio para salvar as crianças”, disse.
O mergulhador e sargento Francisco Valter, do Corpo de Bombeiros, disse que o pai das crianças não sabia nadar e terminou morrendo afogado. Ele disse que o corpo estava a 3 metros de profundidade. O sargento Valter afirmou que em outra coroa próximo onde o homem foi morreu, outras duas crianças morreram afogadas que estavam banhando e foram levadas pela correnteza.
“Foram dois eventos diferentes, apesar do intervalo próximo de horário, totalizando três pessoas mortas por afogamento”, afirmou o sargento. As crianças mortas foram Messias Cassiano, de 11 anos, que morava com a sua mãe, a faxineira Maria dos Reis e Cauã, de 14 anos.
Maria dos Reis afirmou que saiu de casa às 8h para trabalhar como faxineira, onde mora e foi avisada a tarde que seu filho havia morrido afogado junto com seu melhor amigo. “Não sei o horário que ele saiu de casa, eu deixei ele em casa às 8h quando sai para trabalhar e já voltei com essa notícia. Estou muito abalada e com o coração na mão, porque é muito difícil perder um filho tão novo”, falou.
Fonte: Portal Meio Norte