quinta-feira, julho 27, 2017

Atolado em dívidas: Governo do PI pede mais prazo para pagar empréstimo ao BNDES

O governador Wellington Dias (PT) cumpriu ontem (26) agenda em Brasília, onde se reuniu com o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Social Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro. Na ocasião, o governador do Piauí tratou sobre o alongamento das dívidas do Estado junto a instituição financeira. A ideia do governador é adiar em quatro anos o pagamento da dívida e aplicar os recursos em investimentos. 
Governador Wellington Dias se reuniu com o presidente do BNDES e outros governadores para pedir alargamento do pagamento de dívida (Foto: Divulgação)
"O presidente do BNDS, Paulo Rabelo, juntamente com toda sua direção demonstrou muita sensibilidade com o Piauí. Nós temos uma lei aprovada, sancionada que garante uma carência de quatro anos com os contratos que o estado tem com o BNDES. Tivemos aqui essa abertura e esperamos concretizar. Isso representará para o Piauí entre 15 a 18 milhões de reais por mês e 180 milhões por ano de investimento para o Estado”, afirmou o governador Wellington Dias. 
Foram apresentados dados sobre o Piauí que mostram capacidade de endividamento e áreas para investimento e crescimento da economia. A prorrogação da dívida permite um maior prazo de carência para o pagamento. Isso melhora o fluxo de caixa do Estado que passará a ter recursos para investimentos nesse momento de crise e melhoria nas finanças até o final do ano. 
Para o secretário de Planejamento, Antônio Neto, as alternativas ajudam a superar as dificuldades do momento de crise. “É muito importante que os estados possam ter alternativas para superar essa queda de receitas uma vez que os repasses do fundo de participação e as políticas do Governo Federal estão com dificuldades de serem implementadas”, diz o secretário
Fonte: Portal ODIA