.Publicidade

.Publicidade

sábado, julho 29, 2017

Litoral do Piauí registra mais de um caso de afogamento por dia; Bombeiros alertam banhistas

                                              Foto: Paulo Barros
O balanço apresentado pelo batalhão do Corpo de Bombeiros de Parnaíba mostra que foram realizadas 181 ocorrências, no período de férias, em toda a área de atuação. A atividade mais executada foi a realização de resgate de vítimas por afogamento. Foram registradas 15 ocorrências no período de 15 a 28 de julho - mais de um caso por dia. 
O levantamento aponta que nesse período houve 15 registros de afogamento, 8 incêndios e 7 vítimas de mal súbito.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, as praias com maior número de ocorrências de afogamento são Pedra do Sal e Atalaia, devido ao grande fluxo de turistas nesse período.
Segundo o comandante do 2º Batalhão de Bombeiros Militar (2º BBM), major Rivelino Moura, o objetivo dos bombeiros a partir de agora é atuar de forma mais firme para evitar que novos problemas aconteçam. “Intensificar mais as nossas ações preventivas de forma que a gente possa reduzir as ocorrências do tipo combate a incêndio, os atendimentos a outros tipos de busca, resgate e atendimentos", disse.
Ainda que o litoral piauiense tenha registrado mais de um caso de afogamento por dia nas últimas duas semanas, o Corpo de Bombeiros avalia que o número de incidentes foi pequeno. "Nós tivemos um período relativamente calmo. As pessoas vieram se divertir, não tivemos muitos acidentes. As prevenções nas praias foram realizadas com muita eficiência pelos órgãos de segurança", falou o major.
Ainda conforme o major Rivelino, o Corpo de Bombeiros trabalhou com foco na prevenção de acidentes e proteção a comunidade, como o treinamento dos guarda-vidas que atuaram no período de veraneio, que foi feito em parceira com a prefeitura, bem como a demarcação da área de banho.
O major orienta sobre os cuidados que devem ser tomados pelos turitas. "Os banhistas que vão à praia podem pedir informações no posto de guarda-vidas sobre os locais mais seguros. Outra dica é sempre respeitar as placas que sinalizam os locais mais perigosos para o banho. É sempre bom evitar entrar na água após consumo excessivo de bebidas alcoólicas ou quando não souber nadar", orientou.
A operação de prevenção nas praias continua aos finais de semana do mês de agosto.
cidadeverde.com