.Publicidade

.Publicidade

quinta-feira, julho 13, 2017

Sistema prisional mantém 61 pessoas monitoradas com tornozeleira eletrônica em Parnaíba

A Central de Monitoramento Eletrônico, órgão da Secretaria de Justiça responsável por fazer a monitoração de pessoas que usam tornozeleira eletrônica no Piauí, divulgou, nesta quarta-feira (12), a informação de que atualmente mantém 61 condenados a usar tornozeleira em Parnaíba ao custo de R$ 275, o aluguel de cada uma.
O monitoramento por tornozeleira é uma das medidas cautelares destinadas àqueles crimes de menor potencial ofensivo. Ao invés de ir para a prisão, a pessoa pode cumprir sua pena na sociedade, de maneira que consiga, inclusive, se reintegrar socialmente.
A tornozeleira eletrônica funciona através de sistema GPS ou GPRS, o que permite o mapeamento, em tempo real, da movimentação do monitorado, inclusive, alertando a Central de Monitoramento nos casos em que ocorrem transgressões às determinações impostas pela autoridade judicial.
 Jornal da Parnaíba