domingo, agosto 20, 2017

Piauiense é coroada Miss Brasil pela 1ª vez ; veja fotos

A piauiense Monalysa Alcântara é a Miss Brasil 2017. Estudante de administração, ela tem apenas 18 anos. À final do concurso, ela chegou ao lado da representante do Rio Grande do Sul, Juliana Mueller, mas foi quase unanimidade entre os jurados, que disseram seus votos abertamente, exaltando a brasilidade e atitude da teresinense.
               O terceiro lugar ficou com Stephany Pim, do Espírito Santo.
Monalysa irá representar o Brasil no concurso Miss Universo, que acontece em novembro. Ela conseguiu, de longe, a melhor campanha para o Piauí no concurso nacional, que elege a mais bela mulher do país. Até então o melhor resultado conquistado pelo estado era o Top12.
Todo o carisma da teresinense na passarela a levou para o Top 5, fase em que o mais importante é a oratória, demonstrando posicionamento forte e dando ênfase no combate ao machismo e preconceito.
Na primeira eliminatória do Miss, Monalysa permaneceu na disputa ao lado das candidatas do Pernambuco, Alagoas, Paraná, Bahia, Tocantins, Sergipe, Mato Grosso, Maranhão, Acre, Goiás e Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Amazonas. Na etapa seguinte seguiu no páreo ao lado de Espírito Santo, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Maranhão, Acre, Alagoas e Ceará.
Chegou ao Top5, resultado até então considerado surpreendente, contra as misses de Rio Grande do Sul, Sergipe, Espírito Santo e Pernambuco.
"Tenho uma super estratégia: ser eu mesma. Eu, Monalysa Alcântara, nordestina, que consegui muita coisa, com muitas dores, e foi isso que me fez ser a mulher que sou hoje. É ser eu mesma, não tem segredo", disse a piauiense, na primeira rodada de perguntas dos jurados.
Quando precisou dizer qual plano para o seu reinado, ela levantou a plateia ao dizer: "Quero levar o poder para as mulheres, quero dar voz a vocês. Quero mostrar para todos que temos força de vontade. Temos coragem, inteligência, e vamos passar por cima do preconceito e do machismo".
Fonte: 180