.Publicidade

.Publicidade

segunda-feira, setembro 11, 2017

Governo do Piauí devolve milhões em recursos federais por falta de projetos

secretário nacional de estruturação do Turismo, Henrique Pires
Mesmo alegando escassez de recursos de forma rotineira, o governo do Piauí tem devolvido dinheiro federal simplesmente pela falta de projetos. Foi o que disse o secretário nacional de estruturação do Turismo, Henrique Pires, ao jornal Diário do Povo deste fim de semana.
Ele afirma que mais de R$ 40 milhões foram devolvidos e ainda por cima o Estado foi inscrito no Cadastro de Inadimplência (CAUC) por pendências da Secretaria Estadual de Turismo. Recursos de emendas e de convênios estão deixando de ser aplicados por entraves burocráticos. Conforme Henrique Pires, devido a essa situação o governo pode até ser impedido de receber os recursos do empréstimo tomado junto à Caixa Econômica Federal.
“Se o governo do Piauí continuar devolvendo essa imensa quantidade de recursos, como identificamos quando estávamos na Funasa e agora na Secretaria Nacional de Turismo, fica difícil. É um absurdo devolver dinheiro. Há uma luta para alocar recursos no Orçamento Geral da União e o governo do Piauí está devolvendo dinheiro. Alguma coisa acontece”, disse.
Dos mais de R$ 42 milhões que teriam sido devolvidos, R$ 2,7 milhões eram para a conclusão do Centro de Convenções, em Teresina, mas esse valor foi mantido por conta de uma decisão discricionária de Henrique. Os outros R$ 40 milhões eram para a construção do Centro de Eventos do Parque de Exposições, que ficou emperrado desde 2013 por falta de licitação.
Além dessas, obras, o secretário nacional ainda citou outros casos. “Tivemos que cobrar do governo do Estado e da prefeitura de Cajueiro da Praia a devolução dos recursos para projetos de abastecimento de água e tratamento de esgoto. Não foram capazes de fazer os projetos em 15 anos, desde 2003”, falou Henrique.
OUTRO LADO
A reportagem do Política Dinâmica procurou neste sábado (9) o secretário de Governo do Piauí, Merlong Solano, para falar das devoluções de recursos apontadas por Henrique Pires e ainda sobre a inscrição do Piauí no CAUC. No entanto, Merlong disse que não ia comentar as declarações do secretário nacional.
Fonte: Politica Dinãmica