.Publicidade

.Publicidade

terça-feira, setembro 12, 2017

Pai e filho são presos suspeitos de integrar quadrilha de roubo de joias no PI

                       Pai e filho foram levados para a sede do Greco
Pai, filho e mais dois suspeitos foram presos por suposto envolvimento em um grupo criminoso especializado em roubo de joias, incluindo, ouro. A operação do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) foi deflagrada, na manhã desta terça-feira (12), em Teresina. As mercadorias roubadas eram penhoradas no banco para dar uma aparência lícita. 
As investigações apontaram que os suspeitos agiam de forma organizada, arquitetando crimes contra empresários e empresas. Cada um teria função bem definida. As ações criminosas ocorreram em 2016.
"As vítimas eram roubadas, o produto do crime era repassado a terceiros que detinham nome limpo na praça e com crédito perante a instituições financeiras, para que fossem realizados empenhos no setor de penhor da Caixa Econômica Federal, com o intuito de camuflar a origem ilícita do dinheiro, bem como realizar a capitalização financeira do grupo", informou o Greco.
Os presos que tiveram as identidades divulgadas foram Francisco das Chagas de Moraes, vulgo Cerqueira e Jefferson Siqueira Silva de Moraes, que são pai e filho. 
Além do quarteto, a organização criminosa tinha ainda outros integrantes que estão presos suspeitos de participação também em outras práticas criminosas. 
Os mandados de prisão preventiva foram expedidos pelo juiz da Central de Inquéritos de Teresina, Luis Moura, requeridos através de inquérito policial instaurado no ano passado. 
cidadeverde.com
Foto: Divulgação/ Polícia Civil