.Publicidade

.Publicidade

quinta-feira, novembro 30, 2017

Municípios sofrem com queda de FPM, porém Luís Correia mantém obras e servidores em dias

Segundo a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o último repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) do mês será de R$ 1.938.784.111,30, em valores brutos, partilhado entre as 5.568 Prefeituras nesta quinta-feira, 30 de novembro. O órgão registra uma queda de 12,72%, o que de certa forma prejudica ações, obras e até pagamentos para as prefeituras, principalmente as menores do Brasil.
 A crise enfrentada pelos brasileiros faz com que várias prefeituras demitam servidores, paralisem obras e até mesmo deixem fornecer serviços de qualidade a população. Em Luís Correia, mesmo com a queda no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), o Prefeito Kim do Caranguejo (PSB) mantém um trabalho com responsabilidade e transparência a frente daquela Prefeitura.
Segundo a Secretária de Finanças do Município, Eulilia Galeno, a cidade de Luís Correia consegue superar a crise, graças ao trabalho sério e ao bom planejamento da equipe de Governo. “Não paramos obras, não atrasamos salários e todos os serviços estão acontecendo com qualidade e elogios da população. E também é importante frisar que estamos realizando importantes obras com recursos próprios, e isso prova que nossas finanças estão equilibradas mesmo com essa terrível crise” disse a Secretária.
Algumas prefeituras da região norte do Piauí, por exemplo, sofrem com a crise e precisaram demitir diversos servidores e atrasar salários. A cidade Luís Correia também sofreu queda nos repasses, todavia manteve salários em dias. O Prefeito Kim do Caranguejo ressalta que tudo é feito com dedicação e responsabilidade com o erário público e ressalta que se não tivesse acontecido à queda no FPM, mais obras e realizações seriam realizadas na cidade.
Edição: Folha de Parnaíba