.Publicidade

.Publicidade

sexta-feira, dezembro 01, 2017

Governo do PI bloqueia salário de 3.700 servidores que não se recadastraram

A Secretaria de Administração e Previdência do Estado (SEADPREV) divulgou, na tarde desta quinta-feira (30), o resultado final do recadastramento dos servidores estaduais. A última etapa terminou ontem. Ao todo, 3.743 pessoas não atualizaram os dados, sendo 1.043 ativos, 1.338 inativos e 1.362 pensionistas.
Segundo o secretário Franzé Silva, estes servidores não receberão o salário de dezembro e, a partir de segunda, notificações serão enviadas às residências. “Esses servidores agora terão que, através de um processo administrativo, fazer suas justificativas. Nós iremos a partir de segunda enviar as notificações para que eles compareçam e façam a sua regularização”, afirmou.
O gestor disse que o servidor não precisa esperar a notificação chegar e pode se antecipar e procurar a Sead. Quem assim fizer só receberá o salário de dezembro no mês de fevereiro, junto com o de janeiro. 
“Quem quiser vir antes da notificação poderá fazer a regularização e entrar na folha de janeiro que é paga em fevereiro. Vão receber dezembro e janeiro juntos”, informou.
O servidor que ignorar a notificação vai responder a um processo administrativo instaurado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e pode perder o emprego. “Quem não comparecer de forma nenhuma em 90 dias vamos enviar à PGE para abrir um processo podendo culminar com a demissão por abandono de emprego”, afirma.
Em 2015, segundo Franzé, 7 mil servidores ficaram nessa situação e hoje estão em processo de demissão. “Isso gerou uma economia de R$ 21 milhões. Queremos evitar que existam na folha pessoas que não estão trabalhando”, finalizou.
A 2ª fase do recadastramento terminou em outubro e foi toda feita pela internet. Naquela ocasião 9.363 servidores perderam o prazo.
cidadeverde.com