segunda-feira, dezembro 18, 2017

Piauí: adolescente de 12 anos morre eletrocutada em árvore de natal

A estudante Iris Claudiene Vieira Braga, de 12 anos, morreu na noite deste domingo (17/12), após levar um choque elétrico em uma árvore de natal na residência de sua avó, localizada no bairro Mocambinho I, Zona Norte de Teresina.
A adolescente foi eletrocutada e chegou a gritar. Seus parentes a encontraram caída, levaram ao hospital do Mocambinho, mas seu óbito foi constatado.
Iris estudava no Centro de Ensino Fundamental de Tempo Integral Pequena Rubim, também no Mocambinho, e no dia anterior ela havia participado de uma confraternização da escola.
"Ela estava sorrindo feliz na confraternização dos Voluntários Eficientes, rindo, brincando com os colegas, e hoje falecida", comentou a diretora da escola Francisca Viana.
Nas redes sociais vários amigos e familiares manifestaram o luto pela morte da adolescente que chocou a todos. O velório da estudante está sendo realizado na quadra 3, casa 9, setor B, Mocambinho I.
DECORAÇÃO DE NATAL E OS RISCOS
Os enfeites natalinos, especialmente os que fazem uso de eletricidade, embelezam esse período do ano, mas é necessário muito cuidado para o seu uso, especialmente em casas onde há a presença de crianças.
Verificar a qualidade e procedência do produto é essencial antes da aquisição e a orientação é que sejam aprovados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).
Outro ponto importante a se verificar é a instalação. Gambiarras representam verdadeiros riscos, bem como o posicionamento em locais que estejam expostos à chuva e ao calor, além da sua aproximação com materiais inflamáveis.
O tradicional 'pisca-pisca' é comum ser reutilizado ao longo dos anos, mas é preciso ter cuidado redobrado, pois vai perdendo várias propriedades de segurança com o tempo, sempre é necessário verificar suas condições de uso, se não há fios expostos, que pode ocasionar choques elétricos e até incêndios.
Fonte: 180Graus